Como criar o cardápio perfeito

Um cardápio bem feito, bonito e estruturado faz o cliente imaginar que o estabelecimento seja da mesma forma.

Nada como um cardápio bem produzido para encher os olhos da clientela e oferecer tudo o que seu negócio pode proporcionar, não é mesmo? Portanto, preste muita atenção para não errar nessa parte tão importante da sua empresa, pois um cardápio ruim pode desmerecer até a comida mais saborosa e decepcionar nas vendas.
 

Pense no cardápio como um cartão de visitas. O cliente terá, por meio desse material, as primeiras impressões do seu estabelecimento, o modo como os produtos são apresentados e o cuidado que a equipe está tendo de modo geral. Isso determinará se o cliente irá sentir o desejo de comer ou desistir de permanecer e retornar ao local. 

Seja coerente no design

É muito importante manter o padrão da identidade visual da sua marca e o visual do seu espaço físico. Essa harmonia garante a fixação na lembrança das pessoas que passarem por lá, e automaticamente, sua empresa estará relacionada a um momento especial. Mantenha um estilo que seja coerente com a ideia que o seu seguimento passa. Por exemplo: não é adequado uma “pegada moderninha” a um restaurante clássico, ou até mesmo um cardápio tradicional a um espaço mais descontraído. É preciso se atentar muito a esses detalhes, pois eles fazem toda a diferença.

Estruture seu cardápio

Elabore uma separação estratégica para cada tipo de refeição que você oferece. No caso de restaurantes, deixe espaços diferentes para pratos de entrada, pratos principais, sobremesas e bebidas, por exemplo. Analise o seu tipo de oferta e veja como é a melhor maneira de evidenciar tudo o que sua empresa proporciona, de um modo que deixe o cliente curioso para saber de tudo. Portanto, mantenha a organização, evitando poluir o espaço, pois isso desestimula a leitura.

Use e abuse de fotos

Tire fotos bonitas e bem iluminadas dos seus produtos, isso é determinante para causar água na boca e eliminar a escolha pelo preço. Além de tudo, imagens estimulam a leitura. Capriche na produção, elabore uma apresentação prezando por evidenciar as melhores partes do prato, exaltando o que ele tem de mais gostoso, mas lembre-se: fotos ruins, causam efeito contrário! Também é muito importante usar fotos reais e jamais ofertar algo que você não faz, isso tira toda a credibilidade da marca.

Tenha muito cuidado com a gramática!

Certa vez presenciei uma pessoa jogando um cardápio na mesa e saindo do local, falando alto e em bom tom que era um absurdo um estabelecimento permitir erros de português. Talvez essa pessoa não estivesse tendo um dia bom, mas acredite, a desistência do cliente por erros gramaticais é real.

A consultora Emília Guan, de São Paulo, alerta para o que qualifica como dissonância cognitiva do cliente. Segundo ela, as pessoas podem não conhecer as regras de português, mas elas têm a intuição de que há algo errado. Acabam desconfiando de que alguma coisa está incorreta e podem desistir da compra. Quem lê um cartaz com a inscrição: “mixto-quente”, por exemplo, pode temer pela sua saúde. Uma oficina com uma faixa onde se lê “concertamos TVs e aparelhos de som” provoca sérias dúvidas sobre a capacidade do profissional que oferece o serviço.“Hoje, todos estão expostos às informações. Independentemente de grau de escolaridade, as pessoas intuem as imperfeições”, diz Emília.


Paula Cunha, aceguarulhos

Nunca subestime o poder de uma boa apresentação e preze sempre por cada detalhe ao cuidar da sua marca, pois isso é o que irá fazer toda a diferença. Lembre-se de que comemos com os olhos, portanto é importante destacar positivamente o que você faz de melhor. Aproveite todas essas dicas, escolha um material bacana como suporte e capriche nos cardápios para vibrar com o resultado das suas vendas!